Pais devem orientar os filhos a usarem a internet com segurança

Temos observado o aumento no número de crimes contra crianças e adolescentes na internet. As crianças e adolescentes se tornam usuários de internet com cada vez menos idade. Os pais devem ter muita cautela ao dar um aparelho celular, ou permitir o seu uso, de forma desassistida, ou seja, sem saber quais os conteúdos que as crianças estão acessando. Sabendo que por muitas vezes as crianças tem essa liberdade, muitos criminosos aproveitam e disponibilizam conteúdos profundamente agressivos, e muitas vezes explícitos, como por exemplo, desenhos, aparentemente inofensivos, que são dublados com a inserção de palavrões e de cenas de atos sexuais.

Ainda, com freqüência, aparecem falsas brincadeiras, propagadas por meios virtuais, que incitam a violência em níveis extremos.

Outra preocupação: Muitos criminosos procuram crianças e adolescentes para a prática de golpes, inclusive contra a intimidade, ocultando nome e idade, se aproximado deles, até que adquirem a confiança necessária para praticarem o crime.

Temos que tomar muito cuidado, e devemos saber o que os nossos filhos acessam na internet, quem são seus amigos virtuais e os cuidados de dar celulares, tablets e computadores, sem as devidas instruções.